Fátima Sá, sonho, encanto , poética, Meu Recanto..
Prosa, versos no reverso dos sentimentos, exalando emoções!!!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
TRAPAÇA

"Como um farrapo velho
Não serve para o amor"
quando isso escutei
meu mundo desaboou
naquele momento disparou
algo devastador em mim
confesso que foi assim,
pensei em muitas coisas
revi os enganos passados
quando estávamos enrolados
queria ter um fim premeditado
no entanto, lembrei do lápis
das folhas amareladas
 passado que ainda presente
machuca dentro, com força 
preferi descorrer minha agonia
como um confidente, despejar a dor
recorrente como um rio em corrente
que desagua no oceano sem cor
Estava  só, não tinha ânimo
Como um peixinho no aquário
ficava preso, mas não percebia
prefere fingir que se diverte
se estou sem você não sou
se contigo estou também não
posso ficar nesse vai e vem?
se me ama por que me engana?
Como uma folha seca, vago
Numa ventania desenfreada
não era amor, era uma trapaça
Fátima Sá
Enviado por Fátima Sá em 28/10/2020
Alterado em 12/11/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários