Fátima Sá, sonho, encanto , poética, Meu Recanto..
Prosa, versos no reverso dos sentimentos, exalando emoções!!!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
RAIZES

Escrever, versejar,
Encantar, cantarolar
Aprendeu com a lua
Nas quebradas do sertão
Gostava de serenata
De chuva de madrugada
Quando o dia raiava
Há muito que ela e irmãos
Já estavam na estrada
De volta para casa
Uma tarefa cumprida
Mas outra já despontava
Quando três delas feitas
Chegava a vez da estrada
Que levava para a cidade
Pois o estudar aguardava
Como a Alice no País
das Maravilhas estava
Muito encantada
Com aquilo que aprendia
Tudo era novidade
Uma descoberta nova
Mesmo que fosse a prática
A teoria sempre renova
Descobrir o futebol
Pelo rádio do avô
No primeiro gol de Zico
Ela então se apaixonou
Pelo Flamengo até hoje de
torcer nem um jogo deixou
A leitura foi um dos eixos
Que mais a encantou
Lendo tudo o que interessava
E também o que só precisava
Gostava da arte grega, francesa
Egípcia, árabe e inglesa mas
Foi nas raízes africanas
Aprendendo coisas bacanas
Que a menina se deslanchou
Hoje queria mais tempo
Para mostrar quanto tempo
A história nos enganou
De forma que só aos brancos
Ela mais privilegiou
Ainda temos chances
Para mudar os lances
Que a história ocultou
A menina cresceu agora,
quer resgatar mais memória
De um povo também seu
Quando quer se consegue
Segue fazendo versos,
preenchendo as arestas
que nunca se preencheu
nem que fique esclerosada,
mas como é muito ousada
não vai esquecer a descendência
quer saber mais e mais da ascencência
pois é o caminho certo para o sucesso
desse sonho da história aparecer.
Fátima Sá
Enviado por Fátima Sá em 27/11/2020
Alterado em 28/11/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários