Fátima Sá, sonho, encanto , poética, Meu Recanto..
Prosa, versos no reverso dos sentimentos, exalando emoções!!!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
NÃO HÁ CONSERTO
     Não há Conserto
Estou preso na linha do tempo
não sei o quanto mais aguento
Por que o amor só pode ser assim?
Sentir-se na Terra do Nunca?
nas rodas esmagadas da solidão?
O peso de um amor perdido
Nem todos podem carregar
Sem você me sinto na rua deserta
Em plena madrugada descoberto
Sem o amor que um dia me aqueceu
Como um cego que não sabe se é noite
Ou se ainda é um lindo dia de sol
assim eu fico perdido tão só
Por que tenho que ficar desiludido?
Por que minha vida é tão deserta?
Como alguém pode sentir prazer
Se o que era a vontade de viver
resolveu de mim se desfazer
Como se descarta uma roupa
Que se usou e depois abusou
E agora não se quer mais
Coitados dos meus lamentos
Não podem ser ouvidos jamais,
Estão perdidos ao vento jogados
Como um papel que foi amassado
Não passo de um costurado tecido ,
que rasgado, não voltará ao formato

Fátima Sá
Enviado por Fátima Sá em 28/10/2020
Alterado em 29/10/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários